Museu SousaInserida na margem do rio Sousa surge a Central de Captação do Sousa, um exemplo único de arqueologia industrial que se encontra abandonado, apesar de classificado como Monumento de Interesse Público.
Construída para captação, elevação, transporte e distribuição domiciliária à Cidade do Porto da água dos Rios Sousa e Ferreira, entra em funcionamento em 1 de Janeiro de 1887 e é desativada no ano de 1985 após a Central Elevatória de Lever a ter substituído.
Para sensibilizar, proteger, preservar e salvaguardar o rio Sousa e Ferreira e zonas envolventes surge a Associação de Protecção dos Rios Sousa e Ferreira (APRISOF), sendo seu objetivo contrariar a situação de destruição deste património material, mas também imaterial.
Uma forma de o fazerem é através da constituição de uma exposição itinerante composta por 40 fotografias a preto e branco, cedidas por vários autores, e que se reportam às diferentes épocas das zonas envolventes aos rios Sousa e Ferreira, das paisagens naturais dos rios e do património construído.
É esta exposição que poderá ser vista até 1 de setembro no Museu Mineiro de São Pedro da Cova, tendo inauguração marcada para 5 de maio, pelas 16h.
A entrada é livre. Visite-a.