É um monumento com linhas arquitetónicas contemporâneas de um traçado completamente inovador à data da sua construção. Inaugurada a 22 de Setembro de 1963 substituiu a anterior Igreja quase com um século de existência dado a sua construção datar de 1860.
A construção da atual Igreja Matriz deve-se ao esforço e empenho do pároco, Pe. António Joaquim Alves das Neves que, movendo as suas influências junto da direção das Minas de Carvão, com um grupo de paroquianos fiéis bairristas, movimentaram instituições públicas e governamentais no sentido da angariação de fundos para tal construção.
O povo da freguesia teve aqui um empenho e dedicação extraordinários tornando-se o principal factor contributivo para a sua construção, sempre acarinhado e estimulado pelo seu pastor.
Grandes artistas participaram na sua conceção e construção, sendo ainda hoje considerado um monumento de rara beleza em todo o País.