Inserida na programação do 45.º aniversário do 25 de Abril, realizou-se no passado dia 30, pelas 21h30, no Museu Mineiro, a iniciativa “Maria Lamas | Mulher de Abril”. Iniciamos com a inauguração de uma exposição sobre a vida e obra de Maria Lamas, a qual se manterá patente até dia 6 de julho, e de seguida um debate com a presença de Manuela Silva, da Direção Nacional do Movimento Democrático das Mulheres e de Luís Humberto Marcos, diretor do Museu Nacional da Imprensa.
Manuela Silva descreveu o percurso de vida e profissional de Maria Lamas, abordando a importância nacional do seu livro “As Mulheres do Meu País”. É nesta obra que encontramos uma das justificações para se debater Maria Lamas em São Pedro da Cova. Estávamos nos anos 40 do século XX, quando Maria Lamas percorreu o país fotografando e descrevendo a vida das mulheres no mundo do trabalho. Uma dessas passagens foi por São Pedro da Cova, onde registou a realidade do trabalho das mulheres na mina de carvão.
Luís Humberto Marcos apresentou Maria Lamas no contexto repressivo do país e da censura, durante a ditadura militar que a revolução de abril de 1974 colocou fim, aduzindo-a como pioneira, pois teve a capacidade de antecipar o 25 de abril na imprensa.

 

Flickr Suite Plugin ERROR! PLG_CONTENT_FLICKRSUITEPLUGIN_L_FLICKRAPIERROR - ""