Atividades Realizadas no Museu Mineiro

As atividades já realizadas durante este mandato na Autarquia e na Biblioteca poderão ser consultadas nos respetivos menus.

Mãos ao Barro - Atelier
Entre os dias 15 a 17 de abril, realizou-se o atelier "Mãos ao Barro". Pretendeu-se um contacto com a forma de trabalhar o barro. Este atelier destinou-se a um público com idades compreendidas entre os 6 e os 14 anos.
Tertúlia - "Memórias do 25 de Abril" 
No dia 17 de abril, pelas 21h00 realizou-se uma tertúlia com testemunhos vivos do impacto do 25 de Abril nas suas profissões. A Tertúlia contou com as presenças de Ariana Cosme, Professora da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, José Luís da Costa Lima, Capitão que integrou a equipa das Campanhas de Dinamização Cultural e Valdemar Cruz, Jornalista e Investigador.
Dramatização em Abril - Atelier 
Entre os dias 8 a 11 de abril realizou-se um atelier, intitulado: Dramatização em Abril - "A Fábula dos Feijões Cinzentos", de José Vaz. Destinado à faixa etária entre os 6 e os 14 anos, entre as 14h00 e as 17h00.
Concerto Pelo Grupo "Homenagem a Zeca Afonso"
No dia 11 de abril, pelas 21h00 realizou-se um Concerto pelo grupo "Homenagem a Zeca Afonso" - Tributo a Zeca Afonso, com Carlos Andrade, João Teixeira e José Silva e poesia por Lourdes dos Anjos.

Para assinalar o Dia Mundial da Saúde, o Museu Mineiro de São Pedro da Cova organizou uma Conferência, no dia 5 de abril, pelas 16h30, sobre a Silicose, doença profissional associada à exposição de poeiras, muito frequente nos operários mineiros de São Pedro da Cova, que laboraram durante quase dois séculos nas Minas de Carvão que existiram na Freguesia. Nesta Conferência contamos com a presença de um antigo operário das Minas de Carvão de São Pedro da Cova, afetado com silicose, e com o Dr. Rocha Nogueira, responsável por um estudo que identificou vários casos de silicose no Norte de Portugal.

Inserida na Comemoração dos 25 anos do Museu Mineiro e 50 da Casa da Malta, pretendemos dar a conhecer o Edifício da Casa da Malta e a sua adaptação a espaço público como Museu Mineiro. Durante o mês de março de 2014 foi possível perceber toda a arquitetura e a sua funcionalidade, bem como reviver as rotinas dos Malteses. Estas visitas serão efetuadas às 4ªs feiras e sábados, com marcação prévia para grupos.

Dia 27 de Fevereiro foi exibido no Museu Mineiro de São Pedro da Cova, pelas 21.30, as curtas-metragens: FÁRRIA e MINAS DA BORRALHA. Os dois documentários estão relacionados com as Minas da Borralha, localizadas na Região de Montalegre, que desde os finais do século XIX até meados dos anos 80 dedicaram-se à extração de volfrâmio.

Dia 22 de fevereiro foi realizada mais uma viagem com mais de duzentos anos de história, com início no Museu Mineiro de São Pedro da Cova, pelas 10 horas com a história das minas, visita ao espólio Museológico e uma visita à exposição temporária "A luz que nos ilumina". Depois do almoço, decorreu um passeio fotográfico pelo complexo mineiro.

Inserido nas Comemorações dos 25 anos do Museu Mineiro e nos 50 anos da Casa da Malta, relançamos uma vez mais a iniciativa "Encontra-te com ... ", desta vez com Ana Bacalhau.
Conversa muito informal, pelas características da Ana, excelente comunicadora, que nos falou dos sonhos concretizados e dos seus atuais projetos. Atualmente abraçou mais um: "Quinze", que correspondeu à idade em que começou a cantar e a tocar guitarra. Interpreta músicas populares.
Apaixonada pela forma de fazer música, deixa a guitarra para se dedicar à interpretação, tem a capacidade de tornar "as letras credíveis e dá cor às palavras".
A Ana privilegia o contacto com os seus fãs e espetadores, tentando perceber o que sentem durante todo o concerto. No final de um deles, um espetador disse-lhe "sou holandês, mas sinto em português", estes comentários são muito importantes para a sua vida. 
Várias são as influências que marcam o percurso dos "Deolinda", e obviamente da nossa convidada, um deles Zeca Afonso.
O "Encontra-te com...Ana Bacalhau" contou com a presença de mais de uma centena de espetadores, em que a ouviram entusiasticamente, e lhe dirigiram várias palavras.
No final a Ana brindou-nos com uma música cantada à capela "Passou por mim e sorriu" e tirou fotografias com os seus fãs.